SÃO JOÃO BOSCO

João Melchior Bosco nasceu nos bechi, perto de Turim, Itália, no dia 16 de agosto de 1815. Filho de uma família de poucos recursos econômicos e financeiros. Teve uma infância de muita luta para sobrevivência e para a sua formação pessoal e de estudos para se tornar um sacerdote. Enfrentando dificuldades de toda natureza, ele se torna sacerdote em junho de 1841.

Dom Bosco convicto de ter uma missão especial, se coloca, desde o início do seu trabalho pastoral, a serviço da juventude mais carente. Desde o trabalho com jovens nos cárceres até o trabalho de educação acadêmica em escolas, Dom Bosco dedicou todas as suas forças em favor da dignidade da pessoa humana jovem e mais necessitada.

Vencendo todo tipo de obstáculos de ordem financeira e de incompreensões eclesiásticas e políticas, Dom Bosco se tornou patrono de uma juventude que procurava ser alguém na vida. Dom Bosco não mediu esforços para dar condição a que esta juventude realmente pudesse se desenvolver como pessoa humana realizada em todas as dimensões.

Dom Bosco mais com atitudes do que com palavras procurou viver o humanismo cristão de confiar nos jovens e na convivência com eles valorizar o carinho, a bondade e a vivência da fé. Atuou no que chamamos de sistema preventivo de Dom Bosco que se sustenta no famoso tripé da convivência amorosa, da razão que dá sentido aos atos do educador e do educando e da proposta explícita da fé vivida dentro da religião católica.

Para atingir os seus objetivos na educação dentro do sistema preventivo, Dom Bosco fundou oratórios de convivência diária ou de fins de semana onde o lazer, a instrução acadêmica e também a educação da fé eram prioridades. Os internatos que Dom Bosco criou foram para dar condições físicas para a sobrevivência dos jovens que não possuíam lar e consequentemente não tinham meios para uma vida digna.

Tendo em vista a educação para o trabalho, Dom Bosco criou escolas profissionais e dava suporte e acompanhamento aos jovens trabalhadores.

Dom Bosco para dar continuidade à educação e evangelização fundou a congregação masculina, Salesianos de Dom Bosco (SDB) e foi cofundador da congregação feminina das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA).

Hoje ligada aos salesianos, temos o que chamamos de família salesiana, instituições que procuram agir na educação e evangelização de acordo com a maneira salesiana de trabalhar. Chamamos de carisma salesiano a interpretação e vivência do evangelho segundo a atuação pastoral de Dom Bosco. Para Dom Bosco ser salesiano, era a exemplo de São Francisco de Sales, colocar a bondade, o amor de Deus como fundamento de toda obra educativa e evangelizadora.

Conservamos como meta do trabalho da comunidade de fé da Paróquia São João Bosco, educar evangelizando e evangelizar educando para que sejamos honestos cidadãos porque somos bons cristãos.

Comemoramos Dom Bosco na nossa comunidade de fé no dia 31 de janeiro de cada ano.

 

© 2019 - Paróquia São João Bosco | Goiânia - GO -Todos os direitos reservados.